08 de Maio de 2012

Sou de uma esquerda que preza, acima de tudo, a liberdade e o respeito. Sou de uma esquerda que acha que não devemos ser todos iguais, não impõe padrões morais, não se acha superior, seja no plano moral, intelectual ou sentimental. Uma esquerda que preza a cultura e a autodeterminação. Uma esquerda que preserva as tradições porque acredita que elas traduzem a essência dos povos que as cultivam. Que é contra a proibição, apenas porque sim, e que luta pela liberdade de expressão e cultural, mesmo que não concorde com o que se diz ou com o que se defende. Sou de esquerda.
Sou aficionado porque acho magnífico que se seleccione um animal pelo seu comportamento. Pelo romantismo da festa, pela sua beleza austera que não nega a crueldade da vida. Porque me emociono quando um homem põe a vida em risco por amor a uma tradição e para criar algo belo.
Porque tenho esse direito.
Se me tentarem proibir, se me considerarem bárbaro ou intelectualmente inferior então não são da minha esquerda!

 

http://www.esquerda.net/opiniao/quando-touradas-forem-um-mito-urbano/23043

publicado por Santos Vaz às 23:29

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
31


arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Contador

Contador de visitas Saúde
blogs SAPO